Ostara, deusa da Páscoa nórdica

15 04 2014

Podem estranhar o quanto quiserem, mas os nórdicos também celebram a Páscoa. Isso mesmo, com coelhos, ovos e tudo mais!

    Eles chamam esse período de Eostre, e comemoram a fertilidade e a renovação. A deusa responsável chama-se Ostara (A Deusa da Aurora), uma linda jovenzinha que vive eternamente feliz com a natureza. Como tudo começou? É claro que direi, e explicarei do mesmo jeito que os deuses me explicaram.

Ostara sempre amou crianças, e estas, por sua vez, sempre a amaram. Onde quer que a pequena deusa fosse, lá estavam crianças a seguindo. Um dia, um pequeno pássaro pousou em sua mão, e querendo impressionar seus amiguinhos, a deusa pronunciou algumas palavras mágicas que transformaram o pássaro numa lebre! É claro que as crianças ficaram impressionadas, mas com o passar do tempo a lebre se entristeceu porque não podia mais voar e cantar. Todos pediram para que a magia fosse revertida, mas a Primavera já havia partido, junto com os poderes de Ostara.

Na Primavera seguinte, a deusa não esqueceu do pedido de seus amigos. Com seus poderes de volta, fez a lebre voltar a ser um pássaro, mas infelizmente a reversão só funcionava por um tempo.    😦        De qualquer maneira, o pássaro foi grato à deusa, e ofereceu seus ovos a ela. Quando a Primavera se foi e ele voltou a ser lebre de novo, pegou os ovos e os pintou, arrancando muitos sorrisos das criancinhas.

 

 

 

Toda história tem uma moral, mesmo que pareça não ter. E a moral desta aqui é que não se pode interferir com o livre arbítrio dos outros.

 

 

 

Ei, psiu…

Aqui vai um segredinho: Dizem que Ostara é apenas uma das diferentes formas que a deusa Frigg pode aparecer. Uma forma juvenil, que traz a Primavera consigo. Será que é verdade?